Wabi Sabi – impermanência, imperfeição

No Museu Asiático de São Francisco encontrei dois livros muito bons. Wabi Sabi – The Japanese Art of Impermanence, e um livro do reverenciadíssimo Kamisa Sekka (considerado o pai do moderno design japonês), com imagens que eu nunca tinha visto. A Amazon tem os dois, links no final do post.

Eu já gostava muito do Kamisaka Sekka e da escola Rinpa, mas ainda não conhecia o termo Wabi Sabi. Quando comecei a ler e fazer pesquisas de imagens, caramba, nem sei como explicar. Talvez só em termos espirituais. Como se minha alma tivesse encontrado um poço de água fresca e límpida, e eu não entendia que minha irritação com várias representações estéticas, especialmente do que o mundo passarinheiro considera uma foto bonita, era só meu lado Wabi Sabi achando que estava tudo errado.

Conhecer o Wabi Sabi e jogar a palavra no Pinterest, e ver imagens como estas.

wabi-sabi-pinterest-01

O moderno design escandinavo tem semelhanças, que é algo que eu também já admirava, mas achando que era num ponto além do meu, não era fácil se imaginar morando todos os dias num lugar como aquele.

O conceito do que é Wabi Sabi me absorveu totalmente, faz meu coração vibrar daquele jeito quando você encontra algo que te soa como tão verdadeiro, tão límpido, tão capaz de matar sua sede.

Há bastante material na internet, e o livro do Andrew Juniper tem pra Kindle por US$ 9,90. Além de falar do Wabi Sabi, ele fala sobre história do Japão e dos conceitos estéticos do Wabi Sabi aplicados em diversas artes.

Numa visão rápida:

wabi-sabi-02

wabi-sabi-03 wabi-sabi-04

wabi-sabi-05 wabi-sabi-06 wabi-sabi-07

wabi-sabi-08

wabi-sabi-09

wabi-sabi-10

https://www.amazon.com/Wabi-Sabi-Japanese-Art-Impermanence-ebook/dp/B007UPDDWU/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1477674052&sr=1-1&keywords=andrew+juniper

https://www.amazon.com/Kamisaka-Sekka-Modern-Japanese-Design/dp/3791347535/ref=sr_1_1?s=books&ie=UTF8&qid=1477674494&sr=1-1&keywords=kamisaka+sekka