Quem me dera o Vincent Munier

Algumas fotos do Vincent Munier:

Vincent Munier Vincent Munier Vincent Munier Vincent Munier Vincent Munier Vincent Munier

Vincent Munier se tornou meu fotógrafo favorito. Gosto muito do Jim Brandenburg, mas Jim não tem publicado coisas novas no site, e é preciso reconhecer que essa elegância monocromática do Munier é hipnotizante.

As fotos do Munier me causam um finiquito (eta ousadia usar essa palavra num post que contém Munier), como as obras do Kamisaka Sekka, outro que já teria morrido mil vezes se elegância matasse:

E cá estou eu tentando brincar de Vincent Munier, a anos luz, mas me sentindo inspirada, reolhando fotos, trabalhando loucamente.

“Estou reolhando e reeditando um monte de fotos, quero olhar de novo todas. Estou pegando as fotos com céu branco, na ausência de ambientes com neve é o meu minimalismo de pobre” — o Cris estava bebendo água enquanto eu falava isso e quase engasgou porque queria rir, mas sei que ele gosta do minimalismo e falou que a gente devia fotografar mais as aves da praia, que a areia também servia de fundo claro e limpo. Quem sabe o Cris volta a se animar com fotografia.