#Nãovaiterpalhaçada – manifestações 2016

“Gilmar Mendes suspende posse de Lula e deixa investigação com Moro

“O objetivo da falsidade é claro: impedir o cumprimento de ordem de prisão de juiz de primeira instância. Uma espécie de salvo conduto emitida pela Presidente da República”, afirma Gilmar na decisão.

“Pairava cenário que indicava que, nos próximos desdobramentos, o ex-Presidente poderia ser implicado em ulteriores investigações, preso preventivamente e processado criminalmente. A assunção de cargo de Ministro de Estado seria uma forma concreta de obstar essas consequências. As conversas interceptadas com autorização da 13ª Vara Federal de Curitiba apontam no sentido de que foi esse o propósito da nomeação”, diz o ministro em outro trecho.

Já na quinta, o ministro do Supremo também afirmou que a conversa entre a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva interceptada pela Operação Lava Jato pode caracterizar crime de responsabilidade, o que poderia embasar um processo de impeachment.

“Se houver avaliação de que se trata de medida para descredenciar a Justiça, obstrução de Justiça certamente está nos tipos de crime de responsabilidade. Pode ter outros dispositivos aplicáveis da legislação penal”, afirmou Mendes.”

http://g1.globo.com/politica/noticia/2016/03/gilmar-mendes-suspende-nomeacao-de-lula-como-ministro-da-casa-civil.html

—- x — x —-

A gente está acostumados com a frase “O Brasil não é um país sério”.

Mas olha só: quem sabe aconteçam cada vez mais situações em que a gente pode começar a pensar que o Brasil está se tornando um país sério.

Chega de palhaçada 🙂

— x —- x

É certo falar sobre defesa da Constituição e da Democracia?

Talvez o Moro tenha agido errado com a história dos grampos e das escutas. Não sei julgar, no máximo posso falar minha opinião (falei uns posts atrás que não me importava). Mas a decisão mesmo é uma questão legal, cheia de detalhes, e será julgada por advogados.

O argumento sobre a afronta de fazer isso com um presidente, pra mim é só argumento moral, tentativa de dar uma carteirada fazendo valer um cargo. É como se a pessoa dissesse que um presidente é investigável, imexível, acima de qualquer julgamento. Não é. Ainda mais com todos os indícios de corrupção e falcatruas.

Se o Moro ultrapassou os limites do que ele poderia legalmente fazer, será julgado e condenado. Acho que mesmo que se livre da condenação, moralmente ele já está bem queimado, mas me parece que foi um risco calculado. Ele não sabia que seria apedrejado? Claro que sabia, mas resolveu divulgar mesmo assim e o que ele divulgou causou euforia no mercado financeiro, e o ministro do Supremo Tribunal Federal usou trechos das escutas para justificar sua decisão de suspender a posse de Lula.

Não estou falando que Moro está acima de qualquer julgamento. Ninguém está.

Mas o que realmente não entendo é esse discurso “Não vai ter golpe”, “em defesa da democracia”, “em defesa da Constituição”, “ditadura nunca mais”.

  • impeachment não é golpe. Está previsto na Constituição e tem todo um rito e processos legais pra ser executado
  • em que momento a Lava Jato prejudica a Democracia e nos aproximamos da ditadura? A ditadura foi um momento da história brasileira em que o governo usou a máquina do Estado pra trolar, prender, torturar, aterrorizar e assassinar quem o criticasse. Cadê os paralelos com a situação atual? Investigar corrupto é aterrorizante só pros corruptos. Divulgar conversa de escuta telefônica, cuja legalidade ainda está em discussão entre as pessoas que estudam as leis e são capazes de dizer se foi legal ou ilegal, não tem nenhuma relação com tortura. Eram conversas entre pessoas importantes, cujo conteúdo comprova a teoria da Polícia Federal de que a nomeação de Lula aconteceu para blindá-lo e obstruir as investigações. Ideia que todo mundo que acompanha as notícias entendia.
  • Nosso Governo teve a cara de pau de defender que “não, é ridícula essa teoria, Lula era cogitado como ministro há muito tempo”, “a pressa em nomeá-lo tem a ver com a sra. Marisa” (o que exatamente não foi explicado), o “use em caso de necessidade” também não foi explicado. Divulgar conversa entre bandido é atentado à Democracia. Tratar o povo como trouxas e retardados não é atentado à Democracia.
  • E também não entendi onde estão as ameaças à Constituição. Todas as notícias que li, entrevistados, ninguém conseguiu explicar. Nem pra citar um trecho, como faz o pessoal que condena quem não é hetero e explica que fazem isso porque a Constituição diz que família é um homem e uma mulher.

 

Sabem o que é a defesa da democracia? Lutar pelo fim da corrupção, lutar para que os políticos e poderosos não sejam mais figuras acima de qualquer julgamento ou condenação, lutar para que a gente pare de ser roubado e se sinta conformado que a vida é assim mesmo, lutar para que política deixe der um palavrão e passe a ser compreendida como uma palavra que significa governar a favor de uma comunidade, pelo bem comum, pela qualidade de vida de todos, com investimento na edução do povo, pra que todos possam crescer no campo econômico, cultural, emocional.

A democracia é o reconhecimento de que vivemos em sociedade, com inúmeras inter-relações, e que é dever moral de todos zelar para que essa interação aconteça de forma a crescermos como grupo. Honestamente e com honra. E não com essa putaria de bilhões sendo roubados o tempo todo enquanto tantos milhões de pessoas vivem em condições de extrema pobreza, num esquema para perpetuar essa extrema pobreza, e outros milhões trabalham 5 meses por ano só pra pagar impostos que não se revertem em qualidade de vida pro país.

Quem não quer isso?

Não é uma questão de ser PT ou não PT, infelizmente não temos alternativas de escolher um grupo ou outro, não tem escolha boa. Mas podemos sim, o tempo todo, deixar claro que a gente não quer mais viver sob o estigma da corrupção e se batermos firme sempre nesse ponto, tenho fé que veremos surgir um outro tipo de política e de políticos no Brasil.