Jantares fáceis com amigos

Mais uma vez, os títulos apelativos. Vocês verão que a maioria dessas fotos foram feitas de dia, mas poderiam ter sido feitas à noite, é só pra ilustrar. Além do engodo do horário, tem o fato de que a maioria delas não foi em festa, nem em ocasião especial. O problema das festas é que acabo desfocando em fotografar. Mas as ideias de cardápio continuam valendo 🙂

Você também tem achado desumano jantar fora? Cansou de pagar R$ 120 por um vinho que você sabe que não vale nem R$ 50? Coma mais em casa. Já fiz alguns posts sobre o assunto, neste vou repetir algumas informações e compartilhar pratos favoritos.

Música e aperitivos pra diretoria

Cozinhar não precisa e não deve ser um sofrimento. Não deixe a diversão só pra quando estiver tudo pronto, divirta-se de cabo a rabo. Antes de começar a preparar as coisas, coloque alguma música animada, divertida, inspiradora. Comece a beber, belisque alguma coisa. Não cuide dos preparativos como se fosse a parte chata, e sim como parte do programa. Eu e o Cris cozinhamos juntos e se vamos beber, já abrimos o vinho ou o espumante ou a cerveja, ou começamos com uma dose de vodca ou pinga, pegamos um pouco de pão e queijo ou presunto. E sempre com música.

Bebida!

jantares-com-amigos_00

A gente tem assinatura na wine.com.br, e costumamos comprar vinhos de lá. Fim de semana passado fizemos uma noite de queijo e vinhos e todos gostaram do Goulart T, um Torrontés. Não sei se as pessoas teriam gostado menos se soubessem que é barato, não contamos 🙂 Bem aromático e ótima acidez.

Além do Goulart T 2013, separei alguns espumantes, rosé e um Pinot Noir que estavam bem avaliados e com preços bons. Os preços abaixo são os de associados, quem não é sócio paga um pouco a mais.

Rosé Vin Mousseux R$ 34,85 https://www.wine.com.br/vinhos/vin-mousseux-veuve-d-argent-rose-brut/prod8469.html

Goulart T Torrontés 2013 (atenção pra safra) R$ 35,70 https://www.wine.com.br/vinhos/goulart-t-torrontes-2013/prod12606.html

Espumante Toro Loco Cava Brut R$ 45 https://www.wine.com.br/vinhos/toro-loco-cava-brut/prod8722.html

Espumante Louis Bouillot R$ 62,90 https://www.wine.com.br/vinhos/espumante-louis-bouillot-perle-noire-blanc-brut/prod12733.html

Pinot Noir Maycas R$ 63 https://www.wine.com.br/vinhos/maycas-reserva-especial-pinot-noir-2014/prod14382.html

Espumante Chateaau Beausoleil R$ 68 https://www.wine.com.br/vinhos/chateau-beausoleil-aoc-cremant-de-limoux-brut-reserve/prod14145.html

O Cris também costuma comprar vinhos pela Vinci: https://www.vinci.com.br/

Se você gosta de beber, é importante sempre ter bebidas em casa porque assim você gasta menos: fica mais fácil decidir não ir ao restaurante. Você fica pensando “vou pagar R$ 140 por um vinho que não vale R$ 60, quando tenho várias bebidas boas em casa”. Outra dica é sempre ter pães bons congelados, e algum queijo, presunto, alheira congelada. Se der preguiça de cozinhar, basta abrir um vinho, colocar uma música, preparar um pão com algum acompanhamento e você já tem a noite.

Comidas

Queijos, pães, frutas e legumes

Qualquer um com um pouco de vivência de Europa sabe que essa é uma combinação clássica,  alegre, boa pra quando tem várias pessoas. Dá pouco trabalho, as pessoas ficam petiscando e papeando por horas. Tive uma mesa linda na semana passada, não tirei nenhuma foto, mas vou descrever:

– pães bons. Se não puder ter pães das padarias especiais, com fermentação natural, tudo bem ser pão francês. O mais importante é estar quentinho e casca crocante. Depois que o forno aquecer, deixe os pães por 5 a 7 minutos. Se não for festa, e for só um pedaço de pão, use a frigideira com o fogo no mínimo, sem nada de óleo, apenas tampe e vire o pão de vez em quando por uns 8 a 10 minutos.

Julice sempre tem pães bons
Julice sempre tem pães bons

– queijos. Na ausência dos franceses, o meu favorito nacional é o taleggio da Serra das Antas. http://www.serradasantas.com.br/queijos-de-vaca/taleggio-br/taleggio.html. Quando maduro, ele é muito cremoso e saboroso, mas tem um odor bem forte, prepare-se. Se você acha que é fedor demais pra você, pode optar pelos bries, camembert, Saint-Marcellin, Saint-Paulin, gorgonzola.

A Serra das Antas é uma marca muito boa, mas é importante os queijos estarem maduros, ou perdem toda a graça. A gente comprou na terça-feira dois taleggios, e um Saint-Paulin e eles ficaram fora da geladeira até o sábado, dia da festa. Na quinta eu não aguentava mais o cheiro dentro do apartamento e os coloquei na varanda, com a tampa de pratos do microondas. Também compramos gorgonzola cremoso, pecorino, Pont L´Eveque. Tivemos que ir à Casa Santa Luzia. Às vezes algum Pão-de-Açúcar ou Mambo tem taleggio ou Saint-Paulin, mas é inconstante. O Cris comprou uns queijos de ovelha num dos queijeiros da Vila Madalena (acho que tem uns dois, O Mestre Queijeiro e o Queijeiro).

– Manteiga e patê. Se puder, invista numa manteiga boa e algum patê.

– Azeitonas, palitos de cenoura e de pepino.

– Uvas bem doces e de preferência sem sementes. A Thompson costuma ser boa.

– Pera, morango, geleia de frutas vermelhas, nozes.

– Pra quem gosta, presunto cru, salame ou outros embutidos. No nosso caso a festa tinha crianças, que não têm o menor interesse ainda nos queijos, então fizemos linguiças, elas comeram pão com linguiça.

As fotos acima não são de uma festa, mas de diversas refeições pra dois, que idiotice não ter fotografado a mesa arrumada. Arrume tudo em travessas bonitas numa mesa central, onde você também pode colocar pratinhos pequenos, garfos, as taças pros vinhos e copos pra água. As pessoas se servem e sentam nos sofás. Veja se todos têm onde apoiar os pratos e taças. Eu trouxe uns bancos da cozinha pra servir como mesinhas de apoio. Não descuide da trilha sonora, também é importante pra dar o clima de festa. Pra mim a rádio da Nina Simone ou do Louis Armstrong, no Spotify, nunca decepciona.

Bifes grossos e mal-passados

Este é mais difícil pra uma festa com várias pessoas, mas pra um jantar romântico ou um comitê pequeno, vale a pena comprar as carnes do deBetti, ou os Wagyus. Acém Wagyu com osso ou sem osso não é caro e é bem satisfatório. Um pedaço de uns R$ 35 rende um jantar pra mim, o Cris e o Daniel. Cortamos em três pedaços, esfregamos um pouco de alho triturado, molho inglês e pimenta do reino, colocamos um pouco de sal na hora de fritar numa frigideira grossa em fogo bem alto, uns 3 minutos de cada lado. Se você gosta de mal passado, erre pra menos, tire da frigideira, corte um pedaço pra ver se já está bom, se precisar volte pro fogo.

Acompanhamentos:

– polenta mole (você faz na hora em poucos minutos. Deixe a água ferver, depois vá despejando a polenta aos poucos e mexendo. Na caixa tem uma medida que sempre deu errado pra mim, ficava dura demais, então não uso mais medida, só sinto a consistência. As importantes você precisa colocar um pouquinho de sal, a polentinha já vem salgada);

– batatas tostadas, as doces ou as inglesas, com ou sem alecrim. Cozinhe no micro-ondas até ficarem macias quando você enfia o garfo, é mais ou menos uns 3 minutos por batata, depois fatias médias, frigideira com um fio de azeite;

– Cenouras cortadas em fatias finas e tostadas com azeite também ficam muito boas;

– farofa é outro acompanhamento clássico dos bifões;

– também combina bem com Cobb salad;

– se for um almoço, brócolis cozidos no vapor, mas de forma a ficarem ainda bem duros. Você pode servir assim, só com azeite, ou depois fatiar e tostar com um pouco de azeite, alho e sal também fica muito bom. Outro acompanhamento prático pra almoço são essas caixinhas de feijão pronto da Camil. Lavamos, e depois temperamos com pimenta do reino, alho triturado e sal.

 

Comida de boteco

Essa também não é fácil para várias pessoas, a gente costuma fazer quando estamos em dois, mas é possível. Costumamos fritar bolinho de bacalhau, esse Ribeira Alves que tem em qualquer Pão-de-Açúcar. É bem decente, o importante é você raspar bem o bolinho se houver cristais de gelo em volta dele, ter óleo de forma a cobrir todo o bolinho, colocar em óleo quente mas depois baixar pra fogo médio, senão ele queima por fora e fica frio por dentro. E deixar até ficar com uma cor bem bonita. Fica ótimo com uma pimenta porreta, são esses da foto com as taças de espumante.

Além dos bolinhos de bacalhau fazemos alheiras tostadas na frigideira, picamos palitos de cenoura, pepinos em conserva, azeitonas, pão quentinho e crocante.

Brunchs com ovos poche, presunto cru, espumante.

Steak tartare também é um clássico fácil de fazer. As receitas vão mandar você usar carne fresca, mas a gente sempre usa os pedaços de filet mignon que fracionamos e congelamos. O único cuidado é pra descongelar, de preferência sem ser no micro-ondas, e sim numa vasilha com água, em saco duplo ou triplo se for necessário pra água não invadir a carne.

Patatera light. Comemos na Espanha e adoramos, mas não temos coragem de fazer a receita tradicional, que vai bastante banha de porco. Então fazemos uma versão que é a batata cozida no microondas até ficar macia, depois amassa como se fosse um purê com bastate páprica, um pouco de azeite, cubinhos de bacon ou lardo. É um ótimo acompanhamento pra polvo, ou pra comida de botecom com embutidos. A patatera é essa foto em que aparecem duas taças de cerveja.

 

Comida americana

Costelinha de porco. Costumamos deixar marinando por umas 3h em suco de laranja, molho inglês e alho triturado, ou em cerveja, mostarda e alho triturado. Salga na hora de ir pro forno. Para conseguir costelinhas bem macias, o importante é fogo baixo. Pode ficar na prateleira inferior do forno, mas tem que estar a uns 200 graus ou menos por umas 2h.

Cobb salad

jantares-com-amigos_19

Alface frisée, tomate, avocado, cubinhos de lombo defumado bem fritinhos, ovo cozido com gema mole mas não líquida (7 minutos a partir do momento que começa a ferver), molho de coalhada com um queijo do Mestre Queijeiro que lembra Roquefort ou gorgonzola. Delícia.

É uma salada muito rica e satisfatória. Dá pra jantar só ela e um pouco do pão quentinho e crocante. Se todos seus convidados gostarem dos ingredientes e da ideia de jantar salada, também dá pra fazer pra festa. Aprendemos no 210 Dinner, de Higienópolis, acho que não tem mais mas era muito boa. A gente costumava se encontrar por lá e jantar só a salada.

 

Hamburgueres

Também dá pra fazer pra festinhas. Deixei os hambúrgueres pré-feitos, mal passados, e na hora que forem comer monta no pão e (os acompanhamentos que as pessoas quiserem como cheddar, gorgonzola, ou queijo prato) deixa uns minutos no forno quente e serve. Tomate, alface, pepino ou cebola, pra quem quiser, coloque depois de tirar do forno.

jantares-com-amigos_13

Os do deBetti a R$ 16 cada são excelentes, mas se quiser fazer os seus, também ficam bons. Tem receita aqui: http://claudiakomesu.club/crie-rituais-bons-coma-gostoso-em-casa-parte-23/ (dá um ctrl F hamburg). Já testamos várias misturas de carne, mas uma das nossas favoritas e fáceis de achar é coxão duro com acém. Só acém a gente achou menos tchans.

 

E nestes posts tem sugestões de várias outras receitas que fazemos sempre, quase todas são bem fáceis, práticas e a maioria é barata.

http://claudiakomesu.club/comidas-nao-tao-light-mas-irresistiveis-parte-33/

http://claudiakomesu.club/crie-rituais-bons-coma-gostoso-em-casa-parte-23/

http://claudiakomesu.club/reeducacao-alimentar-pra-emagrecer-de-verdade-e-viver-mais-parte-13/

http://claudiakomesu.club/pratos-faceis-com-peixes-e-frutos-do-mar/