Em caso de meteoro – Remember Me

[escrito em 2012]

Remember Me, que ganhou o terrível título em Portugal de “Lembra-te de mim”. Assisti não inteiro na TV. Nem sabia o nome do filme, fui pesquisar e descobri que teve ótimas bilheterias “apesar do final com uma reviravolta ofensiva”, concordo. Mesmo assim, consegue ter personagens interessantes, se passa em Manhattan, o que sempre dá pontos pra qualquer coisa, e tem uma passagem que entrou pras minhas expressões de rotina:

primeiro encontro do Pattinson e Emilie de Ravin. Ela olha o cardápio e pede uma torta de chocolate, e um risoto (ou algo assim) “nessa ordem”. O Pattinson fica olhando, ela explica que a sobremesa é a parte de que ela mais gosta, e que não há motivo para ter que esperar o jantar para ter a sobremesa. Ainda mais porque sempre existe a possibilidade de cair um meteoro na Terra, e ela morrer antes de ter comido a sobremesa. Ele insiste pra ela não se preocupar, e jantar na ordem normal, ela diz que ele está assumindo uma grande responsabilidade, porque se o meteoro cair e eles morrerem antes dela ter saboreado a sobremesa, ele terá que carregar essa culpa na consciência pra eternidade.

No encontro seguinte ela vai à casa dele, ele tinha feito um bolo de chocolate com cobertura, escrito “Em caso de meteoro”.

Remember_Me_meteoro

Contei essa história para dois amigos muito queridos durante o casamento de outra amiga muito querida, enquanto comia o bem-casado de lembrancinha, antes de começarem a servir o jantar. A N gostou da ideia, e quando foi pegar o bem-casado dela, apareceram os caras que filmam as mesas. “Você comeu e não aconteceu nada. Fui fazer, aparecem as câmeras, só porque sou preta…”. Ela não comeu na frente das câmeras, eu também teria vergonha. Timing, timing.