“Curta minhas fotos”

Me deu vontade de responder “não sou sua mãe pra elogiar qualquer porcaria que você faz”, e isso porque nem tinha visto as fotos do indivíduo, é só uma revolta geral contra a oficialização da carência emocional do ser humano. Ah, e não estou falando do “Fulano sugeriu que você possa curtir o Pomo Dourado”, acho que essa propaganda faz parte. Mas alguém te dizer “me curte” é revoltante.

Não nego que exista carência. Acho que todo mundo é carente, todo mundo precisa de carinho e de amor, todo mundo precisa se sentir querido, valorizado, competente, bom, todo mundo precisa de elogio.

Mas aí começar a pedir elogios e aprovação pra desconhecidos e, pior, achar que os likes das pessoas pra quem você mendigou, ou com quem você faz troca-troca de favores sociais “curte o meu que eu curto o seu”, pensar que isso é a resposta para a carência emocional, se sentir nutrido por isso… Não é assim não. Isso é infantilização de adultos.