Coisas sobre as quais eu sou totalmente intolerante

Bolsonaro.

Trump.

Coisas do tipo.

Se você é a favor de pessoas que publicamente defendem a extrema-direita (homofobia, apologia ao estupro, xenofobia, machismo, racismo)

eu simplesmente não quero nenhum tipo de relação com você, não quero nem olhar na sua cara.

Se você gosta de políticos que fazem esse tipo de discurso público, eu não tenho nada pra falar com você. Sobre nada.

Pessoas como Bolsonaro e Trump publicamente apoiam a extrema-direita. Se você não se incomoda com isso, temos valores fundamentais radicalmente diferentes, e eu assumo que é um radicalmente diferente a ponto de não querer olhar na sua cara, assumo que aqui é um ponto meu de extrema intolerância. Não quero nenhum tipo de relação com pessoas que realmente acham que tudo bem apologia ao estupro, que tudo bem dizer que existe uma raça ariana pura e que só ela presta, que judeus, negros, latinos, asiáticos, muçulmanos são tudo bosta.

— x — x

Descobri minha intolerância porque hoje deu um quiprocó no meu grupo do 1o grau. Uma professora postou uns vídeos como “Aula de História”, um dos colegas respondeu indignado e saiu do grupo. Todo mundo achou que a reação dele foi exagerada. Daí agora à noite tomei coragem pra ver os vídeos, e me deu vontade de também responder indignada e sair do grupo. São vídeos contando como a ditadura foi importante pra salvar o Brasil, com direito a pérolas como esta:

“Atendendo ao clamor público para combater o terrorismo e a guerrilha, com mais rigor, o presidente Costa e Silva editou o Ato Institucional número 5 (AI-5) que previa o exílio e punições mais severas para os autores de atos de guerrilha comunista praticados contra a população brasileira

Em desafio à nova medida do governo de proteção à sociedade, Carlos Marighella lançou o seu…”

Acreditam nisso?

O AI-5 foi um clamor do povo, uma medida de proteção à sociedade!!!

O Holocausto não existiu, é invenção de Hollywood.

Esse ressentimento pelo período da escravidão ou essa ideia tola de que a escravidão deixou os negros em desvantagem histórica, ou de que existe racismo ou machismo no Brasil, tudo isso tem que ser superado minha gente, bola pra frente, vamos tocar a vida.

Coisas como essa. O discurso do Trump. Tantos momentos em que pensei “parem o planeta que eu quero descer”.

Que lasqueira.