Category Archives: Utilidade pública

Febre amarela e tétano – dá pra morrer por mosquito ou por um cortezinho de nada

(sei que estou devendo posts mais no espírito do blog, mas voltei pra São Paulo e deu vontade de trabalhar. Tenho atualizado o virtude-ag.com, mas logo volto a blogar)

Isto é meio fora de tópico mas é importante. Se você não estiver vacinado, vai se vacinar. Vou colar aqui minha mensagem chapa branca que acabei de publicar no Facebook:

Vocês estão em dia com as vacinas de febre amarela e tétano? Essas são doenças que podem matar. Você não pega tétano só com metal enferrujado, qualquer corte, principalmente em locais com terra, tem risco.

Olhe sua carteirinha de vacinação, as vacinas duram 10 anos. A de febre amarela você só precisa de duas doses na vida. Alguns países como a África do Sul exigem o certificado internacional da vacina, então se você ainda não tomou e quer já ficar com o certificado em caso de viagem, pesquise qual o local da sua cidade que pode fornecer o certificado internacional, não é em qualquer UBS.

Este link tem os locais da cidade de São Paulo e o link pro cadastro de viajante. Vale a pena fazer esse pré-cadastro da Anvisa, porque daí na hora de vacinar ela só puxa seus dados e o processo é mais rápido: http://www.saude.sp.gov.br/resources/cve-centro-de-vigilancia-epidemiologica/unidades-de-referencia/fa/posto_fainter.htm

Minhas vacinas venceram no ano passado. Fui hoje ao HC, a enfermeira me falou que a procura pela vacina aumentou, mas que ainda não é a loucura de alguns anos atrás quando apareceram dois casos na cidade de São Paulo. Ela falou que aí formavam filas enormes.

Aproveitem pra tomar agora porque se as mortes continuarem, provavelmente haverá essas filas grandes nos postos.

Talvez a moça faça algo como uma triagem. Sugestão de respostas: vou pra Minas no mês que vem, vou pra África do Sul em outubro.

Abraços!

Mas aqui no blog posso fazer um comentário: fui tomar a vacina com dois amigos. Minha amiga me disse que fazia anos que queria fazer isso, mas ficava enrolando. Ela aproveitou e tomou a de hepatite B e tríplice viral, além de febre amarela e tétano, ou seja, quatro picadas. Eu tomei tétano, febre amarela e a dose final da hepatite B. Duas picadas num braço, uma no outro. Mas ela contou que no caso dela, a enfermeira falou: “abaixa as calças até o joelho” — e duas picadas foram nas coxas. Ela deve ter feito uma cara muito engraçada.

Então se você também tem muitas vacinas pra tomar, não se assuste se a enfermeira ou o enfermeiro mandar você abaixar as calças 🙂

Reformas de móveis, home office, coifa, persianas

Moro há 10 anos neste apartamento e passo muito tempo em casa. Eu e o Cris somos dois capricornianos, então já viu. Nossa mesa de jantar era da mãe do Cris, um dos sofás era da avó, o outro sofá, a mesa da copa e a cristaleira são do primeiro casamento dele, nossa cama é de madeira e couro, bonita, mas de segunda mão, os móveis da cozinha são o que veio no apartamento. Estou contando isso pra explicar que somos simplórios e não investimos muito na casa. O maior luxo do apartamento é um sofá de couro da Lafer reclinável, que a gente comprou quando fomos montar o apartamento. Pegamos uma dessas promoções de 50% de desconto e ainda assim era caro, mas valeu a pena.

Passei anos (não é figura de linguagem, foram anos mesmo até decidir mudar alguma coisa) olhando pra sala e pensando em como melhorar as coisas sem gastar muito. O primeiro critério não era beleza, e sim praticidade e ter um espaço onde coubessem três computadores. Os outros cômodos são mais simplórios ainda, meu quarto por exemplo não tem nenhuma decoração, é só uma cama, dois criados mudos, um espelho e dois mancebos.

Em 2013 troquei os tecidos de dois sofás, das cadeiras, coloquei persianas na sala e coifa na cozinha. Em janeiro de 2016 compramos um conjunto de mesa pra Home Office de 3 pessoas. Em junho finalmente reformei a mesa de jantar (que estava horrível, com o tampo descascando), troquei o tecido de um dos sofás e refizemos o sinteco do piso da sala. Foi muito tempo olhando fotos de Pinterest e sites diversos pra decidir o que fazer, vou compartilhar o resultado e o que aprendi. Não espere nada incrível, foi o que eu consegui fazer comprando o mínimo possível e reformando coisas 🙂

Minha sala: antes e depois

reforma-moveis_00

reforma-moveis_00-b

reforma-moveis_09

(Nada como contar com o melodrama de uma foto feita no dia que você volta de viagem e abre as malas na sala)

 

Sofás

Antes e depois dos dois sofás:

reforma-moveis_13 reforma-moveis_13-b

reforma-moveis_14 reforma-moveis_14-b

Se você tem bons sofás, vale a pena trocar o tecido. Eles ficam com cara de novo, e você tem certeza de que a estrutura é boa. Mesmo que o sofá estiver meio mole, o tapeceiro pode reestofar e volta a ser firme. Reformei meus sofás duas vezes, em 2013 e agora em junho. Em junho foi mais por capricho, o tecido estava em bom estado mas eu não consegui resistir a mudar a cor, sabia que a sala ficaria muito mais harmoniosa, e nem entendia por que não tive coragem de mudar a cor da primeira vez (em 2013 pus laranja porque antes o sofá era laranja, falta de criatividade).

Fiz o serviço com o tapeceiro Armando Siqueira: 11 98213-2629. É um senhor muito simpático e tranquilo.

Ele vem na sua casa, desmonta o sofá (no meu caso, senão não passava no elevador, tem que tirar os braços do sofá), faz o serviço, traz de volta e remonta. Em 2013 paguei R$ 1.400 para ele reestofar e trocar o tecido, e agora em 2016 paguei R$ 1.100 para só trocar o tecido do sofá que era laranja e ficou cinza.

Em 2013 troquei o tecido do sofá branco que ganhou estampa floral cinza. Custou R$ 600, tudo tem zíper feito bem no capricho.

Esse é o valor da mão de obra dele, o tecido você deve entregar, ele te fala quanto precisa comprar. Da outra vez ele tinha recomendado comprar na Aladim Decorações, no centro, e em 2013 encontrei um bom jacquard e um outro tecido encorpado, mas neste ano não havia boas opções para cinza liso, acabei comprando um suede no Lamostra tecidos, na Delfina 346. Não foi barato, mas o vendedor me garantiu que era um tecido de ótima qualidade, que pode até ser lavado, diferente da maioria dos tecidos de sofá. Cheguei a olhar sites das lojas do Itaim, mas sem condições.

 

Reforma de móveis

Em São Paulo é terrível reformar móveis. Nossa mesa de jantar é um móvel de família do Cris, uma mesa da década de 1970 com um projeto genial: pode ser uma mesa de 4, 6 ou 8 lugares. Muito prática, não tem nada parecido pra vender.

reforma-moveis_12

O problema é que o tampo estava feio. O Cris disse que foi a gente que estragou, eu não lembro, mas fazia anos que estava assim:

reforma-moveis_01 reforma-moveis_02

Minha sogra estava inconformada, teve uma vez que ela disse “eu vou consertar a mesa de vocês”, e tentou achar uma loja, mas as lojas são péssimas no atendimento. Uns anos atrás, a única que respondeu meu email pediu R$ 3.000, eu deixei pra lá. E um tempo depois, minha sogra falou que tinha achado uma loja que consertava (Studio Glória, acho), que era pra eu mandar as fotos e as medidas, mandei, nunca responderam.

Neste ano mandei email com fotos e medida da mesa pra tudo quando é site que encontrei, de lojas de reformas em São Paulo. Mandei pra uns oito. Só duas responderam: uma que trabalha com laca (pinturalaca.com.br), outra foi a Ritorna (ritorna.com.br).

A gente estava querendo fazer um tampo de laminado preto, porque imaginamos que a alternativa de outra folha de madeira era cara demais.

Considerei a laca, mas depois descobri que é um material relativamente frágil. Pode ser usado num aparador, num armário que fica num canto, mas pra uma mesa de jantar seria fácil riscar.

A Ritorna disse que podia colocar o laminado, mas também me ofereceu a possibilidade de procurar uma folha de madeira que combinasse. Eles também podiam consertar as cadeiras, que estavam frouxas, algumas moles com risco do sentante cair. Fui até a loja deles, conheci a Ana, conversei com ela, decidi fazer o serviço com eles.

Ficou R$ 1.100 pela mesa, e mais R$ 200 o conserto de cada cadeira.

O atendimento foi bom e atencioso, mas o serviço não deu muito certo. Entregaram às vésperas da viagem pra Romênia, e quando voltamos e montamos a mesa, vimos umas leves bolhas por baixo da folha, e umas fissuras. Mandei fotos pra Ana, ela não questionou nada, disse que ia mandar retirar e refazer.

reforma-moveis_03

reforma-moveis_04

reforma-moveis_05

A mesa voltou muito melhor, mas não perfeita. De novo, uma das partes da extensão da mesa estava cheia de fissuras, como se a folha colocada fosse fina demais. Não tive coragem de pedir pra refazer de novo, mas então a Ana entrou em contato pedindo fotos da mesa montada, pra eles colocarem o antes e depois no site, eu tinha falado que mandaria. Acabei falando pra ela das fissuras, e a resposta foi que minha mesa é muito antiga, a madeira é ressecada, e qualquer folha que colocar vai acontecer esse problema.

Talvez porque ela seja toda simpática, ou porque eu tento evitar ao máximo os desgastes, falei que não ia discutir, mas que achava que teve um erro de comunicação. Se havia esse risco do tampo ficar com fissuras, ela devia ter me falado antes. Eu tinha pensado em fazer de laminado, ela que falou da possibilidade de achar uma folha de madeira, mas não falou “de que ano é a mesa? Se for muito antiga e a madeira estiver ressecada, corre o risco de ficar com fissuras”. Nem sei se isso é verdade, ou se é problema da folha que eles colocaram ser fina demais mesmo, sei que foi essa a explicação dada.

Minhas cadeiras ficaram firmes, e minha mesa não está feia, mas está com defeitos bem visíveis. Não sei se seria diferente na loja que queria me cobrar R$ 3.000 em 2013.

Acho que eles são capazes de fazer bons serviços, talvez eu só tenha dado azar, mas não sou capaz de indicar uma loja de reforma de móveis, da forma como posso recomendar os serviços do s. Armando.

Mesa reformada, expandida para 8 lugares, mas nesta foto só com 6 cadeiras:

reforma-moveis_06

Mesmo refazendo o serviço, o tampo voltou com as tais fissuras na folha de madeira:reforma-moveis_07

 

Home Office

O Cris tem uma mesa de madeira incrível, de 1,90m, muito sólida, dessas que dá pra sentar e fazer outras coisas nela. É de madeira maciça e tampo preto laminado. Mas não cabem três pessoas com computadores, só duas, meio apertado.

Eu, o Cris e o Daniel ficamos muito tempo com os computadores, e queremos ficar juntos, então tivemos que investir em móveis novos. Pesquisei bastante, e por fim decidi comprar umas mesas da Tok Stok da linha Metric. Uma mesa de 1,60×0,75m em que cabem duas pessoas um pouco apertado, uma quadradinha de 0,75 onde eu fico, uma de 1,20×0,40m como mesa lateral pra ficar a impressora. As três saíram por R$ 2.500 em agosto de 2015. Não foi a opção mais barata, mas foi o que combinou praticidade, as medidas da sala, conforto e estética.

reforma-moveis_11

Estamos com desktops. Pensei bastante entre desktop e notebook, e depois reconheci que a maior parte do meu trabalho é em casa, e com o mesmo dinheiro que você gasta num notebook, você consegue um desktop bem mais potente. No meu caso, um pouco mais caro porque a gente queria placas de vídeo para jogos, tenho uma GTX 950, Intel i5, 16GB de memória, 2TB de HD, disco SSD pra inicialização. Não sei dizer quanto custou, a gente trouxe o chip, as memórias e o HD dos EUA, montou aqui.

O monitor também comprei aqui. Um LG ultrawide 21:9 de 25 polegadas, pensando nas situações em que estou desenhando e olhando pra uma imagem. Acho que paguei R$ 690 no início do ano.

Temos cadeiras da Giroflex. Acho que uma boa cadeira é um dos melhores investimentos pro seu Home Office. No Pinterest sempre aparecem fotos de home office com aquelas cadeiras bonitas de pés palito, mas acho isso besteira. Se você vai passar horas sentado, devia comprar uma cadeira boa de assento confortável que você pode regular altura e inclinação.

 

Persianas

Meu apartamento tem janelas grandes, e a primeira vez que troquei o tecido do sofá laranja que agora é cinza, ele estava bem desbotado de sol. Infelizmente perdi o nome da loja, mas posso dizer que fiquei satisfeita com essas persianas rolô. Clean, bonito, prático, protege do sol e diminui a luminosidade da sala, algo que às vezes atrapalhava a TV ou os monitores de computador.

Dá pra ver na foto anterior.

 

Coifa

No final de 2013 comprei uma coifa na Casa das Coifas. O vendedor marcou visita, viu minha cozinha, expliquei que faço frituras pesadas como hambúrguer, ele desenhou um projeto, mostrou o preço, falou como o equipamento é potente, que puxa uma folha de papel, pra não me preocupar com a fumaça. Explicou que a coifa funciona como um ar-condicionado, e que a cozinha precisava ficar com porta e janelas fechadas.

Primeira vez que fui fritar hambúrguer, seguindo as recomendações, quase sufocamos com a fumaça. Entrei em contato, mandei fotos, eles vieram fazer uma reforma, pra deixar a coifa posicionada mais em cima do fogão, estava um pouco deslocada pra trás (isso porque no dia que o vendedor veio aqui, falei desse ponto e ele disse que não tinha problema porque o equipamento era muito potente).

Conclusão: minha coifa serve para cozimentos leves, mas não aguenta um bife ou hambúrguer. Acho que valeu a pena, a gente usa, a cozinha fica bem menos engordurada, mas não foi como o vendedor falou. Paguei R$ 1.760. Não sei se outra marca ou loja poderia ter feito melhor. Pode rir de quem acredita em papo de vendedor…

Primeiro hambúrguer:

casa-das-coifas-01

De que adianta o vendedor da Casa das Coifas vir até sua casa, analisar a cozinha, desenhar o projeto, ver a posição do seu fogão, te dizer não se preocupe, o equipamento é potente, ele puxa uma folha A4, não, não tem problema seu fogão ser um pouco pra frente, você paga R$ 1.760, daí você vai fritar um hambúrguer e acontece isso?casa-das-coifas-02

 

Lava-louças

vale-a-pena-ter-lava-louças_08

Foi um dos melhores investimentos que já fiz. Uma Brastemp Active 12 serviços. Cozinho mais em casa, gasto menos em restaurante depois que comprei a lava-louças.

Demorei anos pra comprar porque via as pessoas lavando a louça antes de colocar na máquina, e isso parecia trabalho em dobro, mas descobri que isso é coisa de máquinas antigas. As novas aguentam muito desaforo. Compre a maior que couber na sua cozinha, porque mesmo que vocês sejam só em 2 pessoas, as panelas e travessas são objetos volumosos.

Post com detalhes e fotos aqui: http://claudiakomesu.club/vale-a-pena-ter-lava-loucas/

 

Conclusão

Ainda falta bastante coisa pra arrumar no apartamento. Na verdade, está meio ridículo porque já faz quase 2 meses e ainda não coloquei os livros de volta na estante, talvez porque eu não tenha certeza se eles deviam ficar aqui. Da última vez que o irmão do Cris veio aqui perguntou se a gente estava de mudança, porque tem essa estante vazia.

Gosto da sensação de espaço e amplitude, por isso tirei a cristaleira da sala, foi pra copa, e estou relutando em pensar em quadros pras paredes, mas acho que vamos imprimir alguma foto zen pra colocar acima do sofá cinza.

Não está concluído, mas achei que todas as mudanças valeram a pena. O apartamento está com um ar mais moderno, clean e organizado. Se você também busca isso pro seu apê, a dica é cores neutras, móveis baixos, pensar bastante o que vai nas paredes, tentar tirar o máximo possível de objetos visíveis do ambiente, mesmo almofadas.

Quando eu terminar de arrumar a sala atualizo este post.

 

Como tirar passaporte nessa época de atraso na entrega. Setembro de 2016

Atualização: nossos passaportes ficaram prontos em menos de 7 dias úteis, deu tudo certo.

Para quem vai tirar passaporte em São Paulo. Vou compartilhar nossa experiência de hoje na sede da Lapa da Polícia Federal.

Se você está precisando renovar seu passaporte ou tirar, e soube do atraso de até 60 dias pra ficar pronto, não se desespere. É possível renovar, você só precisa conseguir agendar um horário no https://servicos.dpf.gov.br/sinpa/paginaInicialAgendamento.do. Essa é a parte difícil, é disputado. Se não conseguir agendar em São Paulo, dizem que na sede da PF de Santos sempre tem horários disponíveis. Ao chegar lá, peça um passaporte de urgência. Ele tem a mesma validade do normal (10 anos), fica pronto em 7 dias úteis, a única diferença é pagar R$ 77 a mais além dos R$ 257.

Você deve ter ouvido falar que um passaporte de urgência ou de emergência só vale por um ano e que é difícil conseguir. A página da Polícia Federal http://www.pf.gov.br/servicos-pf/passaporte/scripts-de-atendimento-passaporte/duvidas-sobre-o-procedimento-para-solicitacao-de-passaporte-de-urgencia-emergencia passa a impressão de que é complicado, que você precisa comprovar que está mesmo em situação lastimável, e nem explica que existe o de urgência e o de emergência.  O de emergência fica pronto em 24h e só vale por um ano. O de urgência fica pronto em 7 dias úteis e vale por 10 anos. Esta reportagem da Folha é mais esclarecedora, http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2016/07/1788589-veja-passo-a-passo-como-tirar-o-passaporte-apos-serie-de-atrasos.shtml e fala que é preciso levar a passagem para conseguir pedir o de urgência, mas hoje não nos pediram nada, só falamos que temos viagem em outubro e eles concederam o de urgência.

Quando você sobe as escadas, vai para uma mesa no fim da sala onde a moça tica seu nome da lista de quem fez agendamento e te manda para uma primeira fila, e depois de passar por essas moças você vai para a sala de vidro onde tiram sua foto e as digitais. Essa fila estava grande e demorada. Se você nunca tiver mudado de nome, tente achar um funcionário e diga “eu nunca mudei de nome, preciso pegar esta fila ou posso ir direto para a outra?” (a da sala de vidro com as câmeras fotográficas). A gente ficou 30 minutos na primeira fila, e quando estava perto da nossa vez o funcionário que organizava a ordem entre a fila normal e as prioridades perguntou se a gente já tinha mudado de nome, falamos que não, então ele nos mandou direto para a sala de vidro. A moça que checou nosso nome na lista poderia ter dado essa orientação. Mas quando chegar lá, e ela te mandar pra primeira fila, não vá direto pra segunda antes de perguntar pra um funcionário se você pode, sabe como é a polícia.

Quando chegamos à sede da Polícia, nos mandaram pra fila de Passaportes de Emergência. Ficamos uns 10 minutos lá, pra descobrir que o de urgência é diferente e que podíamos ter subido as escadas e ido direto pro atendimento.

Talvez você já tenha ouvido falar do Six-Month Club: um acordo que os Estados Unidos fez com alguns países, para não exigir validade mínima de 6 meses do passaporte. Eu nunca tinha ouvido falar, mas li vários posts e parece que é verdade. https://www.cbp.gov/document/bulletins/six-month-club-update

Quando a gente não sabia que existia  o passaporte de urgência, válido por 10 anos, e que não era difícil conseguir, estávamos cogitando viajar agora em outubro com nosso passaporte que vai vencer em abril e renovar depois da viagem. Perguntamos pra moça do guichê sobre o Six-Month Club, acho que ela nunca tinha ouvido falar, não prestou atenção no papel que mostrei, e falou que era melhor renovar o passaporte, porque os Estados Unidos são o país mais rigoroso, e que cada vez mais países exigem o prazo de validade de 6 meses.

Em resumo: apesar da página oficial da PF tocar o terror sobre a dificuldade de conseguir um passaporte de urgência ou de emergência, e nem explicar que são duas coisas diferentes, o que vimos hoje foi uma facilidade em conseguir o passaporte de urgência.

Reeducação alimentar – pra emagrecer de verdade e viver mais – parte 1/3

“80, 90% do resultado é o que você come, não a quantidade de exercícios que você faz”.

Declaração de um dono de academia de NY.

Não vale dizer que você não tem tempo pra fazer exercícios, não é isso que conta. Os exercícios ajudam muito a ter mais disposição, são essenciais pra saúde e qualidade de vida e, é claro, também ajudam a queimar gordura e delinear o corpo.

Mas fora alguns casos mais complicados, no geral ser gordo ou magro depende só de você: das suas escolhas todos os dias.

Já escrevi sobre isso neste post, mas deu vontade de escrever de novo, desenvolvendo alguns temas.

Algumas pessoas não ligam muito pras refeições. Eu sou o tipo de gente que se passa uns dias comendo coisas mal feitas ou sem graça, vou ficando triste. Este é um post pra quem gosta de comer, e tem que equilibrar o gosto pela comida com as questões de saúde, e balança e espelho.

— x—- x

Suas escolhas do que você põe na boca repercutem em tudo (Tinha que escrever uma frase como esta). Carnes magras, frutas, verduras, legumes, cereais, grãos – essas coisas transparecem na pele, no cabelo, na sua disposição, na sua saúde. Refrigerantes, doces, enlatados, frituras, embutidos, sanduíches, ah – álcool – também.

Quem come pouca comida industrializada ou processada, pouco doce-álcool-frituras-gorduras é mais saudável e geralmente mais magro do que os reles mortais. E quanto mais você se alimentar das comidas naturais, melhor pra você. Eu sei disso, todo mundo sabe disso, mas talvez você pense como eu pensava. Eu achava que no dia que eu precisasse ir pro mundo das carnes magras e legumes no vapor entraria em depressão.

Quatro anos atrás não passei no exame de triglicérides e tive que mudar meus hábitos alimentares. Emagreci 11kg em 2 anos. Não fiz dieta nem exercícios, só mudei meus hábitos.  Meu menor peso foi 63kg em meados de 2014, quando comecei a ficar com o rosto encovado. O Cris disse que eu estava ficando com cara de gente que passa fome. Relaxei na alimentação, concordei que 63 ou 60 era demais pra mim. Passei um bom tempo no 65-66 e hoje estou no 68, graças a uma esbórnia no mês passado, em que a gente compensou a ausência de viagens com muitas idas a restaurantes, algo que ferrou nosso orçamento mensal e nosso peso.

No ano passado entrei pra uma academia, parei em março. No final de maio comecei o treinamento funcional e apesar de morrer em várias aulas estou achando muito bom. Medi hoje e descobri que estou com a mesma cintura e com 4cm a menos de quadril do que quando eu pesava 63kg. Pesar mais mas diminuir medidas é mérito dos exercícios físicos.

 

Queria compartilhar alguns hábitos, escolhas, pratos que tornam possível se divertir muito com as refeições, e ainda emagrecer e passar nos check ups anuais. Não é o mais saudável ou mais light, e sim o que a tem funcionado pra gente. Quanto mais você se aproximar da alimentação natural e menos dos industrializados, e menos álcool, melhor pra sua saúde e silhueta. Faça check ups anuais, se possível tenha acompanhamento de um nutricionista, e assim você vai descobrindo o que é melhor pra você.

Neste post vou falar principalmente dos alimentos que você precisa tirar da rotina. Num outro post sobre refeições práticas e gostosas pra preparar em casa. E também sobre as deliciosas e não tão light, que nos trazem lembranças das viagens pra outros países, e que é bom pra fazer de vez em quando.

 

Tire os pós brancos da rotina

1 – Açúcar

Tem gente que não gosta de doce, e a vida dessas pessoas é mais fácil neste quesito. Não é o meu caso. Adoro doces e tudo que engorda. Cresci numa família em que rotineiramente tinha bolo recheado, pudim, rocambole, tortas, coxinhas, esfihas, pão-de-queijo, pão-caseiro, bolo salgado, pastel, bolinho-de-chuva, rosquinha-de-São-João, biscoitos caseiros. Não era só em dia de festa. Minha casa era frequentada por muita gente, e minha vó e minha mãe preparavam quitutes pras visitas. Sempre tinha refrigerante e sorvete. Meu pai levava a gente ao mercado e podíamos escolher aqueles doces e salgados vendidos à granel. A família do meu pai tinha um bar e às vezes ele chegava em casa com esfihas, croquetes, lanches. Meu pai trabalhava em São Paulo e chegava no fim de semana com o pão de semolina do Frango Assado, e uma bandeja com vários doces de padaria.

Uma infância feliz e com muito comfort food. Mas que depois de adulto, se você mantém os mesmos hábitos vai engordando.

Adoro os bolos e tortas do Amor aos Pedaços. Adoro as sobremesas dos restaurantes. Mas depois de ter ganhado o cartão vermelho no triglicérides passei pela fase de desintoxicação alimentar dos doces.  Como doces de vez em quando, mas:

– não sinto mais aquela vontade louca de precisar comer algo doce.

– na minha casa tem poucos doces, principalmente os deliciosos. Não faço pratos doces, exceto brigadeiro pro Daniel bem de vez em quando. “Por que você não cozinha doces gostosos, já que você gosta tanto?”, “Porque não sou trouxa. Tenho tendência a engordar e já tive problemas com triglicérides. Não posso jogar contra mim”.

– às vezes como sobremesas. Em fases de esbórnia, como no mês passado, sou capaz de comer sempre, e isso engorda muito. Mas no geral evito as sobremesas, mesmo que esteja com vontade de comer algo doce. Até leio a descrição das sobremesas, o Cris pergunta se eu quero algo, sorrio, minto, digo “não, só a conta”. Chego em casa e tomo um chá (sem açúcar), quentinho e aromático. E logo a vontade passa.

– Temos Hershey’s 60% de Cacau, barrinhas de cereal, frutas, às vezes tem paçoca, sobremesas lácteas, gelatina. Mas são coisas pra comer de vez em quando. Uma paçoca. Dois quadradinhos de chocolate. Um flan. Uma barrinha. E não todos os dias.

Açúcar causa dependência química. Se você estiver morrendo de vontade de comer doce, não coma. Trate como se fosse desintoxicação mesmo, leve a sério e com orgulho. Volte a comer doce só quando você puder comer com moderação, sem fissura, sem glutonice. E se conseguir não comer, melhor ainda. Açúcar só faz mal.

 

2 – Farinha

Farinha engorda. Espero que você não pare de comer tudo que tem glúten, porque dizem que isso aumenta muito suas chances de desenvolver intolerância a glúten, o que pode tornar sua vida um inferno. Conheci uma moça que desenvolveu intolerância a glúten e tudo fazia mal. Ela emagreceu muito, mas de um jeito ruim e a um preço bem alto. Cuide-se pra não desenvolver intolerância.

Adoramos pães. Pão quente com manteiga, uma das melhores coisas que existe. Adoramos pizza, massas, esfihas, pães indianos, pães árabes, pães artesanais.  Quantas coisas deliciosas. Mas a gente come pouco na rotina. Uma fatia de pão integral no café da manhã. Um jantar que precisa de um carboidrato, um pouco de pão pro couvert. Fazemos massas de vez em quando,  4 vezes no mês, em geral um penne ou um espaguete com molhos simples.

As exceções: quando decidimos fazer brunch, ou uma refeição tipo boteco, ou quando vamos almoçar ou jantar num árabe. Tem um árabe ótimo perto de casa, mas não sei ir lá e não pedir aquelas esfihas que eles assam na hora, os pães feitos na hora. É muito bom. Mas me engorda 1kg. Não é figurativo. Eu me peso todos os dias e sei o que ferra a rotina.

Batata não é farinha, mas engorda como farinha. Não pense na batata como um legume, e sim como um dos alimentos pra comer com moderação.

 

3 – Diminua o sal

Diminui sua chance de ter problemas com pressão alta. Diminui retenção de líquidos. Em pouco tempo seu paladar fica mais apurado, você passa a sentir mais o sabor dos alimentos.

 

4 – Cocaína

Não tenho experiências com cocaína, mas como estava falando de pós brancos, não podia deixar de mencionar :). É só uma citação infame. A relação com a cocaína é que dizem que açúcar e farinha são tão viciantes quanto. Pós brancos capazes de escravizar as pessoas.

 

5 – Quanto menos frituras, melhor

 

6 – Essa é doída de dizer, mas álcool só faz bem se você for do tipo que consegue tomar só um cálice de vinho tinto. Eu nunca consigo, é sempre meia garrafa. Vinho, cerveja, pinga, vodka, uísque. São coisas que seria melhor não consumir, mas eu gosto muito. Elas engordam, mas decidi que enquanto eu continuar passando nos exames de sangue, aceito ser mais gorda pra poder continuar bebendo.

 

Coma gostoso sempre

Sabe as descrições de cardápio de dietas, com queijo branco, gotas de azeite, carnes magras, legumes cozidos no vapor? Você pode chegar lá, mas eu não faria isso de uma vez.

Se você segue o cardápio da dieta com rigor, você emagrece rápido, mas é difícil seguir por muito tempo e quando você volta à rotina engorda rápido.

Por isso sou contra dietas. Acho que o certo é fazer reeducação alimentar. Cortar açúcar, farinha, frituras (queria dizer álcool, mas não consigo), menos industrializados.

Faça adaptações no cardápio pra que a comida fique gostosa, saborosa, mesmo que seja mais calórica. Tempere com mais azeite. Acrescente queijos, mesmo que não seja o branco. Use salsinha, coentro, gengibre, curry, mostarda, páprica, temperos pra dar sabor pra comida, pra que você se sinta comendo algo gostoso e não vá caindo pra depressão. Troque itens. Que tal em vez de salada com frango grelhado, uma bisteca de porco (sem a gordura), com a salada? Pra não enjoar rápido, pra não se sentir sofrendo o tempo todo.

É mais saudável e menos calórico comer legumes no vapor. A gente raramente faz. Em geral nossos legumes são tostados na frigideira com um fio de azeite e uns pedacinhos de alho.

Nas refeições do dia a dia foque em legumes, salada, carnes. Evite massa, tortas, bolinhos.

Durante um tempo, pra manter o pique, quando for sair com seus amigos não vá pro boteco com fome. Coma em casa, ou leve uma marmita saudável pro trabalho e coma antes de ir. Assim fica mais fácil não cair na esbórnia.

Faça acordos com você, com datas. Algo como: “nas duas próximas semanas não vou comer nenhum doce”. E não coma. E quando chegar o dia em que a promessa acabou, tente não ir pra esbórnia, e se possível  começar um novo acordo “sem frituras pelas próximas duas semanas”, e você vai se acostumando.

 

Jogue a seu favor

– compre uma balança e se pese todos os dias, inclusive no dia seguinte a algum jantar em que você quebrou todos os acordos. Ver um número alto na balança, e o desgosto disso, te dão força pra fazer as coisas direito da próxima vez. Você vai condicionando sua cabeça à ideia de que toda ação tem consequências.

– não tenha em mãos coisas industrializadas e engordativas. Faça compras pra ter frutas, cereais, queijos saudáveis.

– não deixe família, namorado, amigos te sabotarem. Se alguém ficar te enchendo pra comer tal coisa, fale sério com a pessoa “eu estou tentando mudar meus hábitos alimentares pra viver mais. É muito difícil mudar hábitos, e eu sinto muita falta de todas essas comidas que você quer que eu coma, mas sei que não fazem bem pra mim nem pra ninguém. Será que você pode não me atrapalhar?”

Vale a pena ter lava-louças

Vivi anos sem lava-louças. Porque via as pessoas lavando a louça antes de colocar na lava-louça. E também perguntava pra quem usavam, teve uma que me falou que a máquina era  boa, mas que não tirava mancha de café da xícara, por exemplo.

As propagandas também não ajudavam. Lembram da propaganda, da Brastemp, acho? Que mostrava alguém escalando um prédio, e a vovozinha perguntando “por que vocês não usam o elevador?”.

Se eu visse uma propaganda com o que eu vou mostrar neste post, teria comprado há muito mais tempo.

——————-

Este foi um jantar que o Cris fez sozinho, enquanto eu jogava com o Daniel (acho que foi na fase do Minecraft Pokemon). Um delicioso ossobuco com polenta, e porção extra de tutano:

vale-a-pena-ter-lava-louças_01

vale-a-pena-ter-lava-louças_02

Bonito, não? E estava delicioso, o Cris é um excelente cozinheiro, muito mais caprichoso do que eu.

Só não foi bonito na hora que eu entrei na cozinha. Parecia zona de guerra. Em geral as mulheres vão cozinhando ao mesmo tempo que vão guardando e arrumando as coisas. Parece que é comum (porque já ouvi outras histórias) os homens não conseguirem fazer isso. Problema de processador? Falta de costume de lavar louça? Não querem perder o foco? Talvez tudo junto. Só sei que se o Cris cozinha sozinho, o resultado vai ser este.

vale-a-pena-ter-lava-louças_04

A primeira foto da cozinha foi 00:48 (jantamos tarde, lá pelas 22h, jogamos mais, depois resolvi encarar a cozinha antes de ir dormir).

00:59 eu tinha conseguido colocar a maioria das coisas que cabiam no lava-louças, e a pia já estava assim:

vale-a-pena-ter-lava-louças_06

Raspei os restos de comida, mas os pratos foram sujos de molho:vale-a-pena-ter-lava-louças_05 vale-a-pena-ter-lava-louças_07 vale-a-pena-ter-lava-louças_08

Tinha várias panelas, inclusive aquelas que você precisa ficar esfregando, e o fogão também estava bem sujo. Por isso a gloriosa foto de pia decente só foi à 1:31. Ou seja, foi meia hora lavando panelas e limpando o fogão. Sem a lava-louças, seria pelo menos mais 40 minutos lavando pratos, copos, taças, talheres.

Se tem poucas panelas e se não é preciso limpar o fogão, em geral são de 5 a 10 minutos pra colocar a louça dentro da máquina, e mais uns 5 ou 10 pra lavar as panelas ou tigelas ou grandes.vale-a-pena-ter-lava-louças_09

A louça sai bem limpa. Minha lavadora tem vários programas. O chamado Dia a dia demora 2h40, porque lava duas vezes e depois tem um tempo longo de secagem. Só o uso quando a louça está bem suja. Em geral uso o programa de 0h30 ou o de 1h.vale-a-pena-ter-lava-louças_10 vale-a-pena-ter-lava-louças_11 vale-a-pena-ter-lava-louças_12 vale-a-pena-ter-lava-louças_13 vale-a-pena-ter-lava-louças_14

(O Daniel não tomou vinho, aqui tinha louça de mais de uma refeição)vale-a-pena-ter-lava-louças_15

Minha lava-louças é uma Brastemp Active 12 serviços e não sei mais viver sem ela. Quando estávamos procurando outro apartamento (não vou mais mudar. Outra história rocambolesca cinematográfica), um dos critérios era cozinha em que coubesse uma lava-louças grande.

“Podemos trocar por uma lava-louças menor, fazemos duas levas”.

“Não. Não aceito”. (Não é o Cris que arruma a cozinha, por isso a frase sem noção).

Gostamos de cozinhar e não é só uma questão de pratos e copos, tem as panelas, tampas de panelas, tigelas — coisas que não cabem numa lava-louças pequena. Em geral somos só duas pessoas, às vezes três, mas por causa das peças grandes sempre loto minha máquina.

Às vezes você abre a tampa e tem louça suja. Acho que isso acontece quando não raspo direito os restos de alimento, e algum pedacinho entope um canal de água. Pelo menos comigo foi temporário, na lavagem seguinte, ou duas depois, já estava boa de novo.

Teoricamente você tem que tirar as pás e o ralinho e lavar na pia todas as vezes que você usa. Mas confesso que não faço isso e não aconteceu nada.

———————–

Com a fortuna que tem sido a conta do restaurante, vale muito a pena comer mais em casa. E nada de delivery: é uma delícia fazer comidas boas. Cozinhe ao som de músicas favoritas, sirva em louça bonita, toalha de mesa bonita, dependendo da ocasião você diminui a iluminação e coloca uma velinha tipo bistrot, boas cervejas ou bons vinhos e tcharam, mais divertido do que comer em restaurante.

Sem fila, sem ter que ouvir conversas idiotas da mesa ao lado, sem gente perfumada empesteando o lugar, sem precisar brigar pela atenção do garçom, sem depressão na hora de ver a conta, sem precisar dirigir pra casa ou ter que pegar um Uber.

Nos próximos posts vou valar de pratos favoritos e bem fáceis de fazer. Tanto aqueles que você fica 5 ou 10 minutos na cozinha e daí coloca algo no forno, que você só vai precisar tirar dali a x tempo, ou de refeições que você prepara em menos de meia hora.

Softwares para ajudar pessoas com deficiência visual – leitura e escrita

Talvez eu tenha mais informações daqui a um tempo, mas por enquanto vou compartilhar o que o grande Juan Pablo, um birdwatcher cego que curte as aves por meio dos sons, e compõe sinfonias com esses sons, me indicou:

“Obrigado pelo seu e-mail.

Olha, eu larguei windows faz bastante tempo, migrei para o Mac.
Entretanto, a opção mais tranquila para alguém que inicia no uso de programas de leitura de tela é o NVDA.

O motivo é que o software é totalmente de graça. O contra é que a voz é ruim, mas há várias opções de vozes que podem ser adquiridas a um custo muito baixo, eu posso indicar a você a tecnovisão www.tecnovisao.net

Eles vendem as vozes para o NVDA.

O jaws,é um leitor que usei no windows. É excelente, mas no Brasil tem um custo além do razoável.

A UFRJ desenvolve o projeto dosvox, um sistema fechado que possui aplicativos de edição, leitura, navegador web, gerenciador de e-mails.

Nos telefones, bem, a opção que é mais fácil de usar é o iPhone.
Tem o leitor de tela VoiceOver é em termos de acessibilidade não tem comparação com o Android ou o Windows phone.”

Baixei o NVDA e testei, mesmo com a voz ruim, robótica, com um sotaque levemente francês, é incrível. você coloca o cursor numa linha de texto, ele vai lendo tudo.

http://www.baixaki.com.br/download/nvda.htm

E testei um software chamado Dragon Dictation, pra Iphone, que você fala e ele transforma em texto. Não fui atrás do Dosvox, mas deve ter coisas do tipo.

O site da Tecnovisão passa a impressão deles serem uma empresa bem séria e dedicada, vale a pena ver os produtos que eles oferecem.

Youtube também tem vídeos sobre os softwares.

Seu médico te apalpa o suficiente? Exames de check up.

Exames de check up deveriam ser feitos por todo mundo desde sempre, mas quando você tem menos de 20 anos é difícil pensar nisso. Ainda que haja pessoas jovens que sofrem ou morrem de cânceres e outras doenças diversas.

Depois dos 35 é mais comum que se entre na rotina. Se você tem um plano de saúde, não há desculpa para não passar por check up anual. E se você não tem um plano de saúde, contrate. Um motorista de Uber cuja noiva trabalha no Hospital das Clínicas me disse que dá pra encontrar planos a partir de R$ 200. Ele estava me contando isso porque falávamos do Brasil, o quanto a gente é roubado e tem que pagar tudo pelo menos duas vezes, que a gente paga impostos pra ter atendimento de saúde, mas também tem que contratar um plano de saúde particular (antes ele falava de um possível novo imposto pra carros. Não basta o IPVA e os pedágios). Que ele tinha saído da Caoa, não tinha mais plano médico, e não queria ter que pagar R$ 300 por mês pra ter, mas que a noiva dele ficava dizendo que era absurdo ele não ter, e que havia planos a partir de R$ 200. Num momento da conversa falei “o que sua noiva se preocupa é pro caso de você ter algum problema que se depender do SUS vai levar meses pra conseguir uma consulta ou um exame, e se você tiver que pagar particular vai sair muito caro”, “é, eu sei… acho que vou acabar fazendo, só pra ela parar de me encher o saco. Porque se acontecer alguma coisa comigo, vou ter que ouvir muito”.

Não importa o motivo, faça. Cuide de você. Qualquer possível câncer ou outro problema é muito mais fácil de tratar se é descoberto no começo. Em alguns casos pode ser a diferença entre ter que extrair um pedaço de você, o tamanho do pedaço que vão ter que cortar, ou mesmo a diferença entre viver ou morrer.

Exames de sangue (colesterol, diabetes, triglicérides, tireoide, funções renais etc), exame de esteira, ultrassom abdominal, pélvico, e pras mulheres o endovaginal também chamado de transvaginal. Não se impressione, as mulheres têm vários exames ruins, enfiar o negócio do ultrassom é bem tranquilo comparado com aquele em que você tem que aparar os pelos, bem rente, mas sem usar lâmina, daí enfiam um dilatador de plástico e depois pingam iodo – que arde. Pra poder fotografar, buscar indícios de câncer de colo do útero. Na mamografia você passa por uma sessão medieval de prensamento dos seios. Um dos ultrassons você precisa fazer com a bexiga bem cheia. Você fica de jejum, acorda, toma um montão de água, vai pro laboratório, espera sua vez. Parece chato? Chato mesmo é ter câncer, então tudo isso você se resigna e faz.

Se você não tem um parceiro fixo há vários anos, em quem confia 100%, sempre que fizer os exames de sangue também precisa pedir os exames de DST. Na primeira vez que fui na minha nova ginecologista (estou com ela há uns 3 anos), ela achou melhor pedir tudo.

Ela também pediu a vacinação pra Hepatite B.  Parece que no geral o que se recomenda pra adultos até 59 anos é ter vacinado contra Hepatite B, Difteria e Tétano, Febre Amarela. E se você não teve as doenças da infância (caxumba, rubéola, sarampo) também precisa vacinar.

Tem que ir a um dermatologista todos os anos. Pra cuidar da pele, mas também pra ele ver se há alguma mancha suspeita em você. Pintas ou manchas anormais podem ser indícios de câncer de pele.

A partir dos 40, ou se você passou por algum processo de emagrecer bastante, precisa fazer exame de densitometria óssea.

Além dos exames, é importante seu médico ser bom. Tente conseguir indicação, se não tiver referência, avalie se você o considera experiente, atencioso. E é muito importante que ele seja o tipo de médico que põe a mão em você. Se o seu médico não te apalpa, arrume outro. Tem muitas coisas que os exames de laboratório não mostram.

Tenho uma pessoa próxima que está com um tumor maligno na tireoide. Nenhum exame de sangue mostrava, e ultrassom na região do pescoço não é exame de rotina. Quem descobriu foi o cardiologista, porque ele é daqueles médicos que apalpam o paciente.

Eu tenho um tumor no seio que tem 97% de chance de ser benigno, mas o ultrassom e a mamografia não mostravam. Quem descobriu foi minha ginecologista, me apalpando. Ela achou que tinha algo, pediu ressonância magnética (outro exame horrível), e apareceu. Agora é monitorar de 6 em 6 meses.

E fora os check ups, cuide- pra tirar notas altas nos exames. Todo esse papinho sobre alimentação saudável e exercícios físicos é verdade e faz toda a diferença.

É seu corpo. É mais do que seu corpo, é você, seu corpo também é você. Se você não cuidar de você, quem vai cuidar?